Quem mora em SP e não conseguiu comprar ingresos para ver os caras no Rock in Rio tem uma nova chance!

Uma das maiores bandas do heavy metal chega finalmente ao Brasil em outubro, onde faz apresentação única em São Paulo, na Chácara do Jockey.

 

Considerada um dos principais expoentes da cena metal da última década, a banda System of a Down já tem confirmada sua primeira passagem por São Paulo: eles fazem uma única apresentação na capital paulista no dia 1º de outubro, quando prometem incendiar a Chácara do Jockey, em mais uma produção da XYZ Live. Formada nos EUA em 1992, a banda se tornou famosa pelo uso inusitado dos mais variados instrumentos em suas gravações e apresentações e também pelas letras de suas canções, que misturam temas sociais e visões políticas.

Durante quatro anos, de 2006 a 2010, a banda decretou um hiato de shows, mas no final do ano passado voltou em grande estilo, anunciando apresentações em vários festivais europeus – Germany’s Rock Im Park, Rock Am Ring, Milan’s Fiera Arena, Download festival, Paris Omnisports, Switzerland’s Greenfield Festival, Austria’s Novarock, Berlin’s Wuhlheide, Gothenburg’s Metaldown e Finland’s Provinssirock, entre outros.

No Brasil a banda é esperada há muito tempo – em uma pesquisa realizada junto ao público pelo Rock In Rio, a banda ficou em primeiro lugar na relação das atrações de rock que o público mais queria ver, com quase meio milhão de votos.

Os ingressos para o show de Sâo Paulo começarão a ser vendidos a partir do dia 11 de julho, segunda-feira, pela www.livepass.com.br
Via Midiorama   <- mais informações clique ali!

 

Uma ação de marketing da Vivo, que tem como história a música “Eduardo e Mônica“.

Uma homenagem a todos os Eduardos e Mônicas das relações amorosas, para o dia dos namorados.

A história é antiga, mas se repete todo dia em todos os cantos do mundo, a ligação, a conexão entre as pessoas, compartilhando momentos bons e ruins.

Todo mundo tem um pouco de Eduardo e um pouco de Mônica.

Confiram o vídeo abaixo!

Dia 15 de Junho acontece no Teatro Veritas – USC Bauru a abertura da exposição das peças vencedoras do Prêmio Fernando Pini e Palestra com Adelmo Barreira Palestra sobre “Ilustração Digital”.

A partir das 19:30 às 22:30.

Pra você comunicador, publicitário, não deixe de comparecer! Vale muito a pena.

A palestra é imperdível e a exposição tem peças realmente impressionantes. Não percam!!!

Saiba mais aqui!

O eterno camisa 9

Hoje, dia 07 de Junho de 2011, o futebol brasileiro e mundial se despede de um Fenômeno!

O Brasil joga hoje contra a Romênia no Pacaembu, e Ronaldo, o grande fenômeno se despede da seleção brasileira, por onde teve uma história de conquistas, polêmicas, mas principalmente GOLS!

O Fenômeno é o maior artilheiro de todas as Copas do mundo, participou de 4 e fez 15 gols vestindo a camisa canarinha.

Sem dúvidas revolucionou o futebol, não só em dribles e jogadas espetaculares mas também pelo marketing no qual ele sempre investiu.

Uma curiosidade: na copa de 2002 quando Ronaldo fez o corte de cabelo cascão, o próprio disse que seria para mudar o foco da imprensa que só fala das lesões dele, criticavam, e assim ele conseguiu com que a atenção ficasse mais no seu cabelo do que nas desconfianças.

corte cascão

Sempre participou de campanhas publicitárias, e agora em sua despedida, a Nike lançou um vídeo sobre ele. O antes e o depois do futebol, com Ronaldo entre as duas partes, um divisor de águas do antigo modelo de futebol para o novo.

Confira abaixo.

por: João Guilherme!

Quebrando o tabu.

O Brasil vive uma fase de crítica, aceitação, discussão, e pressão.

Após a legalização de casamentos entre homossexuais, a população que luta por outros tipos de direitos começou a se manifestar, buscando também ser ouvidos pelo governo. Os movimentos são bastante divulgados e expandidos pelas redes sociais.

Temas antigos, como aborto, descriminalização e legalização da maconha foram tomando conta da boca do povo, que hoje luta por aquilo que acredita ser ideal.

Temos muitos exemplos destes movimentos em outros países da Europa, em que o aborto é legalizado, dando apoio às mães que se submetem a tal ação. Assim como a maconha, onde o uso é controlado, com lugares específicos para consumo e venda, tirando o poder aquisitivo dos traficantes e trazendo este dinheiro para dentro do sistema, para os cofres públicos. Em ambos os casos, também foram criados clínicas de apoio, para quem aborta uma criança, com tudo o que a paciente precisa. Assim também, as clínicas de reabilitação para viciados.

Surgiu também, o tema “Loby” no senado, onde empresários com interesses comuns, oferecem “propina” para certo lado da bancada parlamentar, tomar sua posição e favorecer em certos casos. Legalizar, vetar, ou deixar isso no “obscuro”?!

Temas como estes que levaram FHC a se posicionar sobre o tema maconha, que eu acredito que é uma decisão forte, porem correta.

O Brasil já passou da hora de começar a discutir estes assuntos, pois temos provas concretas de que uma legalização pode melhorar o combate ao tráfico.

Em um documentário chamado “quebrando o tabu”, com Bill Clinton, Jimmy Carter, Drauzio Varella, Paulo Coelho e Fernando Henrique Cardoso, eles explicam, busca exemplos, e saídas para tratar o tema THC.

Todo mundo sabe onde comprar, com quem comprar, como usar, mas o poder está na mão de quem?! Óbvio, do traficante.

Dizem que a maconha é a porta de entrada pra outras drogas, e eu lhe digo o porquê deste pensamento. Quando você compra a maconha do traficante, na mão direita ele tem seu baseado, e na outra mão, as outras drogas. Então o contato com elas, é fácil, prático e rápido.

Criando locais específicos de venda e consumo, este problema em manter contato com outras drogas, cai. Em certos países em que foi legalizado, o número de usuários de maconha diminuiu.

Na verdade, estes exemplos: de aborto, legalização da maconha, são problemas de saúde pública, pois o viciado não pode ser considerado bandido, e a mulher deve ter o direito de escolher ter o filho ou não naquele momento.

É a pessoa ter a liberdade de escolha, ou sim ou não. Não se pode prender uma pessoa com um vício como se prender fosse curar a pessoa, e nem julgar uma mãe que aborta o filho.

Quem são os dependentes?! São nossas crianças, nosso futuro que fica a mercê de tais drogas, e como controlar isto?! Colocando-os na prisão?! São pessoas que amamos, e queremos bem, curados.

Não é por legalizar, que as pessoas serão obrigadas a experimentar ou comprar, ela simplesmente vai ter uma opção de escolha, assim como cigarros e bebidas alcoólicas. Legalizando você consegue controlar o usuário, consegue conscientiza-lo.

Se ele compra a “droga” na mão de um marginal, é por que o governo não dá o suporte necessário para este usuário. Ao invés de investir em educação, conscientização, clínicas de reabilitação, o governo investe em “guerras” contra o tráfico, gastando milhões de reais por ano, e mesmo assim se compra maconha em qualquer esquina.

Poderiam deixar este combate à maconha, e focalizar em drogas mais pesadas, de poder de destruição maior.

Porque não trazer o dinheiro que vai pra mão do traficante, para os cofres públicos?!

Se álcool e cigarro têm sua política de conscientização, poderia sim se tratar da mesma forma uma erva natural. Conscientizando as pessoas.

Queremos dizer que a liberdade de escolha deve vir seguida de uma preparação do governo e conscientização da população.

Campanhas publicitárias devem ajudar a entender o assunto, a se discutir a questão entre os familiares, conhecidos, amigos, e abrir o assunto à população.

Legalizar ou não, liberdade de escolha ou não, descriminalização ou não?! Eis a questão!

É hora de discutir o tema, é hora de buscar soluções, de se manifestar e colocar em mesa tudo o que escondem de nós, é buscar saídas para os problemas que são de saúde pública e não de polícia.

Lotar nossas cadeias com pessoas doentes, dependentes, ou cuidá-las, trata-las para voltar á sociedade?

O que pensam sobre isto?!

por: João Guilherme!

A partir de meia noite de hoje (26/05/11), começa a ser vendido no Brasil o iPad2!

O primeiro modelo foi um sucesso, acima das expectativas. Este lançamento também promete aquecer a venda dos tablets.

O preço será o mesmo de quando o iPad 1 foi lançado, na faixa de R$ 1.650,00 (16GB e Wi-Fi). Existe também nas versões de 32GB e 64GB.

A empresa fabricante do tablet, Foxconn, vai começar a fabricar os aparelhos aqui no Brasil a partir do segundo semestre deste ano.  O valor deve cair 31% devido à cortes nos impostos.

A era dos tablets já começou, e agora parece que vai crescer.

por: João Guilherme!

Pela primeira vez vamos postar uma musica no nosso blog. Mas essa não é uma musica qualquer…

Estamos falando de Oração, musica produzida pela A Banda Mais Bonita da Cidade. Eles são o webhit do momento e estão na pagina inicial do YouTube como tendências. Os numeros são incriveis, em menos de uma semana eles já estão com quase 1 milhão de meio de visualizações. Numero excelente para uma banda que até então era desconhecida…

Vejam agora o clipe em questão:

Veja mais sobre essa banda no MySpace e Facebook deles.

E ai gostaram? Comentem….